A iniciativa Incubadora Cívica dos jovens foi apresentada na última terça e quinta-feira, 04 e 06 de Maio de 2021, ao Administrador do distrito de Quelimane na província da Zambézia, Eduardo João Vida e à  Direcção da Juventude, Emprego e Desporto na província da Zambézia, Região Centro de Moçambique. Na ocasião, a Fundação MASC explicou do que se trata esta iniciativa: um espaço de educação e construção da cidadania, valores éticos e democráticos dos jovens locais.  Na sua apresentação  a  equipa do MASC partilhou as experiências da iniciativa que já esta funcional em outras províncias de Cabo Delgado, Niassa, Gaza, Nampula e Inhambane e também apresentou a pretensão de levar a cabo a criação/revitalização dos grupos de poupança que têm como objectivo final o empoderamento das mulheres através das componentes política, económica e social.

A incubadora cívica permite que os  jovens locais tenham um espaço de diálogo comunitário e  reflexão  de temas de interesse local com o objectivo de fazer com que o Governo se aproprie das iniciativas dos jovens e consequentemente estes ganhem espaço por exemplo a nível das Assembleias Municipais, comícios populares, encontros dos secretários dos bairros, comités locais, chefe da localidade do posto administrativo entre outros  dando o seu contributo para  o desenvolvimento local e  do seu país em geral.

As entidades governamentais saudaram e incentivaram as iniciativas, José Maria Labo também afirmou que a iniciativa  faz parte dos objectivos do Governo e avançou que a falta de ocupação dos jovens é o grande desafio. A direcção Provincial da Juventude em Zambézia espera, da Fundação MASC grandes ganhos e a  participação activa dos jovens  e mulheres na tomada de decisão e nos processos de desenvolvimento local.