Líderes religiosos de Mirate-Sede, e Montepuez-Sede, na província de Cabo Delgado, reuniram-se no passado dia 20 de Maio, para analisar os resultados do inquérito realizado com as diferentes Confissões Religiosas, bem como apresentar e validar o Guião de mensagens de Paz para a Coesão Social.

O encontro contou com a participação de  5 representantes do Conselho Cristão, 4 representantes das Igrejas Evangélicas, 5 representantes da Igreja Católica, 4 representantes do Conselho Islâmico, 5 representantes da Comunidade Islâmica, 4 representantes da União dos Pastores,  1 Líder Comunitário de Mirate-Sede, 4 líderes religiosos da Aldeia de Mavanda.

O relatório apresentado na Mesa Redonda é resultado do inquérito aplicado aos líderes religiosos do distrito de Montepuez, no início do mês de Maio, pela Fundação MASC, com o objectivo de mapear instituições religiosas e identificar o seu papel na prevenção e resolução de conflitos locais, tanto de forma individual (actuação de cada líder ou instituição religiosa) bem como de forma colectiva (através do intercâmbio religioso), concluindo-se que a disseminação de mensagens de paz é relevante para prevenir os conflitos locais.

Na sequência, os líderes das diversas confissões religiosas, validaram, por unanimidade, o Guião da Paz, e comprometeram-se a: manter o equilíbrio e paz entre as  diversas confissões religiosas; intercambio entre os representantes do governo e os embaixadores da paz; intercâmbio religioso, e, por fim, disseminação das mensagens do Guião da Paz nos diferentes órgãos de comunicação social (Rádio, Televisão, Redes Sociais).

A actividade foi realizada no âmbito do projecto Construção da Paz e Coesão Social em Moçambique, Financiado pela Embaixada da Irlanda, enquadrando-se no Pilar B  “Fortalecimento da Paz e Coesão Social” do Plano Estratégico 2020-2030 da Fundação MASC.