Mais de 100 jovens das Incubadoras Cívicas, uma iniciativa da Fundação MASC para o fortalecimento da participação dos jovens na governação democrática, estão a beneficiar, desde a semana passada, de uma capacitação sobre participação em processos eleitorais, com destaque para educação cívica e observação eleitoral.

Trata-se de jovens das províncias de Cabo Delgado, Niassa e Nampula, no norte de Moçambique, Zambézia, no centro, e das províncias de Inhambane e Gaza, na região sul do país, que participam da capacitação de forma virtual.

O treinamento, que iniciou no dia 9 de Junho corrente, visa promover a educação cívica eleitoral no seio da juventude e preparar os jovens em matérias de observação  eleitoral, tendo em vista as sextas Eleições Autárquicas, sétimas Eleições Presidenciais e segundas Eleições Provinciais, que terão lugar em 2023 e 2024.

A capacitação promovida pela Fundação MASC terá lugar uma vez por semana, como forma de preparar continuamente os jovens a caminho dos próximos pleitos eleitorais. Já no primeiro dia da capacitação, os 129 jovens participaram activamente do debate, mostrando interesse pelos temas abordados.

“Eu não sabia sobre algumas informações, como o funcionamento do processo eleitoral. Mas, com a introdução destas sessões,  já sei sobre os números existentes das nossas autarquias a nível nacional, incluindo da minha própria província. Por isso, agradeço pela formação” , disse Alávio Castro, da Incubadora Cívica de Quelimane, na província central da Zambézia.

Na ocasião, os jovens assumiram o compromisso de fazer chegar a informação sobre o processo eleitoral a todos cidadãos das suas comunidades, que não tiveram a oportunidade de participar da sessão.

Actividade co-financiada pela União Europeia em Mocambique, no âmbito da implementação do Programa PAANE Moçambique.