Nas últimas semanas verifica-se a entrada de centenas de milhares deslocados do Arquipélago das Quirimbas trazidos em barcos não convencionais devido a intensificação dos ataques violentos dos insurgentes na província de Cabo Delgado.

A maioria dos deslocados atraca na praia de Paquetequete, com o estado de saúde debilitado, desnutridos devido à fome a que são sujeitos e algumas mulheres chegam a dar a luz nos barcos durante percurso em alto mar, para alem do difícil trajecto,estas pessoas chegam e não possuem condições básicas para a sua subsistência.

Nesse sentido, a Fundação MASC por meio da sua iniciativa Incubadora Cívica Pemba e o grupo temático de casamentos prematuros estão envolvidos na corrente solidária e do bem, recebendo e apoiando os deslocados com suplementos necessários para a sua sobrevivência, com enfoque nas raparigas e crianças.

Para além dessa actividade, também estão a mobilizar pessoas por meio das redes sociais e outras plataformas para que possam ajudar as vitimas da insurgência por meio de doação de donativos e outros materiais necessários.