A Fundação MASC, através de um dos grupos da Incubadora Cívica de Pemba já prestava assistência a meninas e mulheres deslocadas em Pemba, no entanto houve necessidade de explorar novas e mais consistentes formas  de  preparar este mesmo grupo-alvo, de forma sustentável a reestruturarem as suas vidas .

Para a materialização dos nossos objectivos decidimos firmar uma parceria com o Sindicato Nacional dos Empregados Domésticos (SINED) que se mostrou disponível e motivado para preparar mulheres e raparigas deslocadas a recomeçarem a sua vida.

O Sindicato Nacional Nacional dos Empregados Domésticos (SINED), além de advocar para o conhecimento, melhoramento e aplicação das leis das trabalhadoras domésticas também faz parte do seu leque de atuação a formação.

A formação, que teve a duração de 10 dias e contou com a presença de 20 raparigas foi  orientada para a prestação de serviço como trabalhadoras domésticas e babas, foi dividida em duas partes, a primeira parte diz respeito a teoria, onde foram abordadas as questões de direito e deveres, planificação de tarefas. A parte prática faz menções a discussões, jogos e dinâmicas, demonstrações e prática que conduzirão os participantes a uma absorção efectiva dos conteúdos: compreensão, conceitualização e possibilidade de aplicação no terreno. No que diz respeito a ligação com o mercado de trabalho, a Fundação MASC tem feito publicidade da iniciativa e tem tido um bom feedback. Para salvaguardar a segurança das mesmas, será feita uma verificação de antecedentes das pessoas interessadas pelos serviços.

No mesmo âmbito, tendo em conta a parceria com o SINED as raparigas/mulheres estão a ser incentivadas para a necessidade de se inscreverem no Sindicato.

Esta acção está a sera feita em parceria com o governo do Distrito de Pemba onde temos 1 membro a participar da formação em representação da administradora do Distrito.