Não Vale a Pena – Stop Violência Extremista faz parte de um conjunto de ações levadas a cabo pela Fundação MASC  e os seus parceiros estratégicos, cujo objectivo é ajudar a conter e prevenir a violência extremista. É especificamente uma rádio novela, lançada no ano passado na língua portuguesa.  Este ano, já disponível na língua Macua continua a ser um material importante de sensibilização para as comunidades principalmente tendo em conta os avanços as ações dos extremistas.

Teve início no passado dia 9 de Abril, em Cabo Delgado, na Incubadora Cívica de Pemba a primeira sessão de escuta e reflexão da rádio novela. Apesar de ser um assunto transversal, pois afecta a vida de todos as faixas etárias, o convite foi endereçado principalmente para os jovens, que normalmente constituem o publico alvo de recrutamento por parte dos insurgentes. Os jovens fizeram-se presentes, ouviram o primeiro episodio da rádio novela, e em seguida, no processo de debate sobre as temáticas paralelas presentes no episodio foram criados três grupos que fizeram diferentes dinâmicas.

Os jovens mostraram o seu ponto de vista em relação a percepção da mensagem trazida pela rádio novela: o primeiro grupo defendeu os aspectos positivos apresentados no episódio, o segundo focou-se nos aspectos negativos e o terceiro grupo foi responsável pela moderação.

No final houve um mini exercício que nos permitiu ter o feedback da sessão, através de algumas perguntas foi possível entender que os jovens sentem que é mais do que necessário ter este tipo de conversa com mais frequência, Angelina, uma das jovens presentes afirmou ´´ é uma escuta educativa, positiva e eu em algum momento mexe com a nossa mente e faz-nos pensar a cerca da realidade do nosso país´´, Emmerso é da opinião que é ´´uma óptima oportunidade de consciencializar jovens a se envolver o processo de desenvolvimento do país e não o contrário´´. Piero, por sua vez disse que pela primeira sessão foi possível compreender que há algumas situações que levam pessoas a tomar medidas desesperadas, mas não podemos nos deixar levar pelas emoções.

A desmistificação do discurso dos insurgentes prevê que existe um perigo em deixar apenas uma narrativa sobreviver e ser disseminada, uma narrativa repetida inúmeras vezes torna-se realidade, principalmente quando encontra um contexto favorável para tal. É precisamente isto que acontece com as comunidades – alvo. Muitas das vezes a única narrativa a que têm acesso é a dos insurgentes, esta rádio novela surge assim como a outra versão necessária da história. Ao longo da história existe o que chamamos de ´´pontos de luz´´, ou seja, momentos criados propositadamente para instigar reflexões,  diferentes formas de pensar, de estar, instigando assim a paz coesão social e esperança, temáticas que as comunidades também têm de estar habituadas a ouvir e internalizar.

Se vive em Cabo Delgado, concretamente Pemba e está interessado em participar das sessões de escuta e reflexão que acontece todas as sextas feiras (14:00H – 15:00H), por favor confirme a sua presença pelos seguintes números: Wassilia (87 247 8655 / 84 247 8655) / Géssica (84 816 0640)

Também pode acompanhar os episódios da radionovela , na língua que quiser (português ou Macua), a hora que quiser no nosso repositório online:

https://fundacaomasc.buzzsprout.com/