Numa altura em que celebra-se 46  anos após a assinatura dos Acordos de Lusaka, a Fundação MASC por meio da sua iniciativa Incubadora Cívica, proporcionou ontem (08.09) aos jovens de Pemba, através da Incubadora Cívica um momento de conversa com Dário Camal, enviado especial da União Africana que se encontra a trabalhar nos centros de acomodação dos deslocados das zonas de conflito protagonizados pelos terroristas.

O influenciador motivacional, na sua intervenção, começou por apresentar o seu percurso formativo e profissional, descrevendo a sua experiência de trabalho com plataformas internacionais, regionais e nacionais, incluindo o seu papel activo como activista social e voluntário.

Ao falar sobre liderança , afirmou que um verdadeiro líder mobiliza ideias, recursos e pessoas e, os jovens devem ser exemplos práticos para o mundo através de pequenas acções. Também acrescentou que o país precisa de novos heróis para garantir o desenvolvimento sustentável porque as nossas referências são muito antigas.

Para terminar, referiu-se ainda que as elites do país acreditam que os jovens não tem habilidades e competências profissionais para liderar, por isso, cada jovem deve fazer o seu próprio caminho, o futuro é agora, mudando as narrativas de forma criativa, reflexiva e recordou aos jovens de Cabo Delgado presentes no evento que o mais importante que o país tem não são os recursos energéticos e minerais, mas sim o capital humano constituído na sua maioria por jovens.